Desde 2008, o Distrito Porto-alegrense (DIPA) desenvolve um trabalho de Capelania Hospitalar nos hospitais da capital gaúcha. O trabalho é realizado pelo pastor Ingbert Ruppenthal, que visita semanalmente o Hospital da PUCRS, e faz visitas a qualquer hospital de Porto Alegre, quando uma família ou algum pastor avisa que tem algum congregado hospitalizado. Levando uma mensagem de amor, conforto, fé e esperança no Salvador Jesus, o pastor se torna conhecido e indicado para outras pessoas pelo interior do estado.

Rev. Ingbert Ruppenthal em visita a paciente no Hospital da PUCRS

Rev. Ingbert Ruppenthal em visita a paciente no Hospital da PUCRS

Nestes quase dez anos de trabalho como capelão hospitalar, o reverendo ministrou inúmeros batismos, a maioria em UTIs e, as vezes, logo após o parto. “Numa certa ocasião, os pais disseram que já tinham  batizado a criança. Na conversa, descobri como tinham feito: Pegaram a mãozinha do filho e  rezaram o Pai Nosso. Depois de explicar bem,  fizemos imediatamente ali o Batismo e, no outro dia, a criança faleceu”, relatou.

O pastor Ingbert acompanha e registra todas as informações de suas visitas, desde o primeiro momento até o fim, seja com alta ou óbito.

No final do ano, ele repassou um relatório ao FAPI sobre o trabalho desenvolvido em 2016. Confira abaixo:

“No ano passado, pude atender a 88 pedidos para visitar pessoas vindas do interior, quase todas feitas nas UTIs dos hospitais de Porto Alegre, RS. Inúmeras vezes foi a última oportunidade de falar do amor de Deus e orar. Paralelamente ao trabalho na Capelania Hospitalar do DIPA, faço parte do voluntariado do Projeto  Espiritualidade do Hospital da PUC, onde sou convidado a dar atendimento aos pacientes das igrejas tradicionais. Ali tive a oportunidade de, no ano passado estar diante de 90 pacientes para testemunho. Lembro de uma senhora budista de Recife, PE, para a qual pude falar do Salvador Jesus. Entre visitas e abordagens aos demais pacientes do quarto, no ano passado, foram 673 oportunidades de testemunhar que Jesus Cristo é o Salvador e ajudar, de uma ou outra maneira possível. Vejo meu trabalho como muito humilde, quase não percebido agora, mas importante. Sempre que alguém souber de uma  pessoa que vem a Porto Alegre para tratamento de saúde, favor comunicar-me (ingbertruppenthal@gmail.com, 51-3377 6678 ou 51-98145 1511).  Que Deus continue a abençoar  o trabalho da Capelania Hospitalar do DIPA. Coloquemo-lo em nossas orações e também coloquemos dos nossos bens a disposição deste trabalho”.

Rev. Ingbert Ruppenthal, Capelão hospitalar