Na semana do Natal noticiamos os danos causados pelas enchentes e inundações em Moçambique (leia aqui). Agora a Igreja Cristã da Concórdia em Moçambique (ICCM) atualizou as informações. Infelizmente, a situação dos nossos irmãos africanos não são nada boas.

Segundo o tradutor de materiais para a língua chisena (terceiro idioma mais falado no país), Abel Sifa, a localização geográfica da comunidade Luterana Jesus Savador da Beira favorece a imersão de toda área do bairro, pós é uma baixada onde se acumula a maior parte da água que chove naquela cidade. “Não há escoamento da água e está cercada por uma área inclinada, onde a água é retida pela linha férrea”, disse.

 

Ilhados, os irmãos não conseguem se reunir para os cultos. “Mesmo com tantas dificuldades, o povo de Deus continua a adorar, louvar e agradecer a Deus todo-poderoso por aquilo que ele fez por nós, ao entregar o seu único filho, Jesus Cristo para a nossa Salvação. Com isso, cremos que a nossa Salvação está garantida e estas catástrofes são temporais, não afetando nossa fé e esperança prometida pelo nosso Senhor”, concluiu ele, pedindo para que continuem orando pelos nossos irmãos de Moçambique.